Trio de Sommelières lança cerveja colaborativa com a Blondine

TRIO, a cerveja colaborativa da Cervejaria Blondine em parceria com o ABC da

Cerveja – Amanda Reitenbach, Bia Amorim e Carolina Oda -, terá três lotes

com a mesma receita base e mesmo estilo, mas com lúpulos diferentes no dry-

hopping.

simulacao_ROT_TRIO_02

“Um trio de muitos três – três meninas, três sommelières, três cervejeiras,

três lotes, três lupulagens – formando um triângulo de leveza, aroma e

amargor, uma tríade de sede, frescor e satisfação!”

O grupo se juntou para criar a TRIO – cerveja que será produzida em três lotes

com a mesma receita base e o mesmo estilo, porém com lúpulos diferentes no

dry-hopping (adição de lúpulo no final do processo, com a cerveja já pronta,

conferindo mais intensidade aromática). A primeira produção é com Brewers

Gold e Pacific Gem. A segunda é com Bravo e Sapie. E a terceira é com

Nelson Sauvin e Chelan.

Carol, Bia e Amanda
Carol, Bia e Amanda

O estilo da TRIO é o Session IPA, também conhecido como India Session Ale.

A tendência das Sessions explodiu em meados de 2010 nos Estados Unidos,

em resposta aos estilos de cerveja mais fortes, alcoólicos e potentes. Sua

palavra-chave é drinkability, ou seja, ser fácil de beber, porém, sem perder o

sabor e as características esperadas do estilo base – neste caso, o India Pale

Ale – IPA, que tem presença marcante do lúpulo no aroma, sabor e amargor.

Os americanos costumam dizer “All the IBUs, half the AVB” (“Todos os IBUs –

medida de amargor internacional – e metade do teor alcoólico”), isso porque a

cerveja Session tem um corpo mais leve e porcentagem de álcool menor, mas

a carga de lúpulo não diminui. A intensidade de sabor e aroma continuam, mas

ainda deixando a bebida fácil, leve e ideal para quem adora cerveja pelo seu

sabor e não pelos seus efeitos.

TRIO Blondine (Sibele, Aloísio e Vitor) e TRIO (Amanda, Carol e Bia)
TRIO Blondine (Sibele, Aloísio e Vitor) e TRIO (Amanda, Carol e Bia)

A cerveja será distribuída e comercializada pela loja Crazy4Beer, em São Paulo (Rua Antônio

de Macedo Soares, 1704 – Campo Belo. Tel.: (11) 3796-2012) e pelo pessoal do Botecaria (Rua Carlos Alberto Moretti, 250. Tel (11) 2373-4150 contato@botecaria.com)

TRIO

Estilo: Session IPA

% abv: 4.3%

IBU (Medida de amargor): 38 IBU

Sobre o ABC da Cerveja:

A = Amanda Felipe Reitenbach

Diretora do Science of Beer é Sommelier de Cervejas (Doemens-Alemanha),

Mestre em Engenharia de Alimentos/Tecnologia cervejeira pela Universidade

Federal de Santa Catarina (UFSC). Atualmente reside em Berlin- Alemanha

onde finaliza seu Doutorado com foco em gestão sensorial na VLB- Versuchs-

und Lehranstalt für Brauerei . Tem em seu currículo vários cursos relacionados

à indústria cervejeira, incluindo treinamentos sensoriais e cursos de

aprofundamento em processos cervejeiros. Realizou trabalhos em parceira

com grandes cervejarias e P&D do SENAI (Vassouras/RJ). Idealizadora e

coordenadora do curso técnico cervejeiro do Grupo UNIASSELVI/FAMEBLU.

Atua como jurada em concursos nacionais e internacionais de cervejas e

realiza trabalhos de consultoria na indústria cervejeira além de treinamentos e

cursos relacionados ao setor. Organizadora tecnica desde a primeira edição do

Concurso Brasileiro de cerveja do Festival Brasileiro de cerveja.No Science of

Beer é responsável pelas aulas de Técnicas de Degustação de Cerveja e

Análise Sensorial.

B = Bia Amorim

Sommelière de cervejas pela Doemens Academy, formada em hotelaria pelo

Senac e pós-graduada em Gestão de Negócios de Alimentação. De 2010 ao

fim de 2011, como Gerente de Marketing da Cervejaria Colorado, iniciou sua

carreira no setor de cervejas Hoje, por meio da sua empresa, a Por Obséquio,

segue fazendo eventos de degustação e harmonização, aulas e palestras

sobre cervejas artesanais. Bia assina colunas sobre cerveja em veículos como

os portais Papo de Homem e Mixology News, e é guia etílica em passeios

cervejeiros guiados para fábricas e bares. Também organiza festivais de

gastronomia em sua cidade, Ribeirão Preto, no estado de SP.

C = Carolina Oda

Uma das primeiras profissionais formadas em gastronomia a se especializar

em cervejas do Brasil. Fez seu primeiro trabalho com cerveja em 2005, mas

naquela época ainda não imaginava que esse seria o seu futuro. Somente

depois da faculdade de gastronomia e de alguns estágios em cozinha, em

2008, começou a trabalhar, quase que sem querer, no mundo dos copos e

maltes. Após experiências como assistente de consultoria – com Cilene Saorin,

bar – Melograno , importadora – Tarantino e uma expedição gastronômica de 90

dias na Europa, atua hoje no mercado como gerente de cervejas na Cia.

Tradicional de Comércio, sommelière do Ici Brasserie e professora do Science

of Beer.

Anúncios

3 Comments Add yours

  1. MARCUS diz:

    Legal! A cerveja eh carregada de storylatelling. Para o público em geral funciona. agora, para aquele que rala no segmento de artesanais fica a dúvida cruel…pois MAPA!

    1. Bia Amorim diz:

      Marcus, o projeto ainda demorou para sair por conta do MAPA, no fim, burocracias necessárias e que tem melhorado ao longo dos últimos anos. A cerveja é como se nós tivéssemos escrito um livro e a história faz parte mesmo =) espero que goste.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s